O não-dogmatismo no Budismo

Autor: Francisco Guillermo-Aguilar

Esta dissertação procura explorar as questões e os valores por detrás do budismo secular ou agnóstico contemporâneo no budismo ocidental, em oposição à abordagem mais tradicionalmente “religiosa” que inclui ou valoriza os aspectos de fé/crença, rituais e práticas devocionais.

Tenta responder o quanto a resposta ou reações seculares/agnósticas estão no cerne dos argumentos e valores ocidentais, sejam eles superficiais ou profundamente enraizados. Esta dissertação tenta demonstrar que o budismo secular/agnóstico é estimulado por uma busca intransigente pela verdade ou pelo menos uma abordagem não dogmática das doutrinas budistas (possivelmente de influências ocidentais mais contemporâneas), embora possivelmente equivocado ou alheio à postura igualmente dogmática de ceticismo niilista/extremo.

Ele alerta para uma desconfiança desnecessariamente apressada e desprezo dos valores legítimos por detrás do Budismo tradicional. Ou seja, defende uma alta consideração pelos fatores emocionais necessários (na forma de fé provisória, receptividade e práticas devocionais), sem dúvida uma abordagem mais tradicional e oriental para motivar um engajamento e compromisso efetivos com o caminho budista e a realização de seus objetivos e ideais.

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

Fonte: Academia.edu