Comunidades Compassivas

Autor: Elsa Mourão.

A palavra COMPAIXÃO está fora do nosso vocabulário há muito tempo e é frequentemente mal entendida. A compaixão é uma atitude, é uma ação. É estar atento e notar o outro que sofre, sentir empatia e proximidade pelo seu sofrimento, ter desejo de aliviar esse sofrimento e agir. 

As sementes estão em nós e a boa noticia é que a Compaixão é um processo cognitivo. A Compaixão treina-se, cultiva-se. Não nascemos compassivos mas temos em nós as sementes.

Para desenvolver a compaixão é necessário coragem, sabedoria e compromisso. Coragem de olhar para o sofrimento e não fugir, sabedoria para saber o que fazer (não é ser bonzinho, não é correr riscos desnecessários) e compromisso pois compaixão não é uma emoção mas é intenção, motivação e ação. Temos hoje uma maior esperança de vida, vivemos mais anos mas nem sempre a “Biologia” acompanha a “Biografia”.

É necessário um novo olhar para a forma como vivemos e envelhecemos. Medicaliza-se o envelhecimento: avalia-se a pressão arterial, mede-se a glicemia e o colesterol, controla-se o peso, mas raramente se pergunta: quem é a pessoa? O que deseja? O que é importante para ela? A vida deu-nos um novo horizonte biológico, mas não um novo horizonte humano (Svetlana Alexievich). Mais do que serviços, as pessoas precisam de pessoas. Por isso é importante recuperar o valor do cuidado e construir entre todos uma sociedade mais humana e solidária.

Uma cidade compassiva é uma Cidade que CUIDA dos seus ao longo dos diferentes ciclos da VIDA e mantém o CUIDAR nas fases mais desafiantes, como as doenças que ameaçam a vida e a limitam, as doenças crónicas, a fragilidade, a demência e o processo de luto.

É uma comunidade que reconhece que, cuidar uns dos outros em momentos de crise e perda, não é uma tarefa exclusivamente para serviços sociais e de saúde, mas é responsabilidade de todos. 

Podes ler o artigo completo e mais sobre as Cidades Compassivas no #1 da nossa revista.

Revista #1 Setembro 2020

Revista #1 Setembro 2020

6.76 MB 996 Downloads