Evitando o pamāda: Uma análise do Quinto Preceito Enquanto Protecção Social em Contextos Contemporâneos, com referência aos ensinamentos Budistas iniciais

Autor: Paul Trafford

Em muitas escolas de Budismo, os praticantes da actualidade adoptam regras básicas de prática moral. Pese embora essas regras não sejam mandamentos, expressam um compromisso relativamente a passos éticos ao longo do caminho espiritual ensinado pelo Buda, um caminho que conduz, em última análise, ao nibbāna, a Iluminação que ele alcançou.

Nesta dissertação, a atenção focar-se-á nos praticantes leigos (no sentido de “chefes de família”). Apesar de o Buda ter abordado principalmente a vida sem lar, de acordo com as primeiras fontes canónicas, ele também deu instruções acerca da estrutura moral básica que os leigos poderiam seguir para o seu bem-estar social.

Para tais chefes de família, uma das fórmulas mais populares é a panca sīla (as cinco virtudes morais), mais commumente referida como os Cinco Preceitos.

À primeira vista, os preceitos parecem ser bastante óbvios quanto ao seu significado, mas quando são sujeitos a aplicação em contextos variáveis, particularmente na sociedade contemporânea, a sua interpretação pode não ser um assunto simples, e o processo de determinação do seu significado pode revelar subtilezas da fórmula original que merecem mais atenção.

Isto demonstra-se em relação ao Quinto Preceito, que é geralmente traduzido como “abster-se de ingerir intoxicantes (álcool e drogas) “.

Uma tradução mais literal do Pāli não menciona drogas, apenas variedades de álcool, mas acrescenta ‘que são as causas de pamāda’. O termo ‘pamāda’ significa ‘leviandade’ ou ‘descuido’. Será esta uma referência apenas às referidas bebidas fortes, ou um termo geral para ‘intoxicantes’? O que devemos então entender por ‘intoxicantes’? Como deveria o preceito ser observado, e quais as circunstâncias em que é quebrado? Quais são os impactos de observar ou não o preceito, especialmente no que diz respeito ao cuidado e protecção sociais?

 Existem variações de interpretação? Estas são algumas das questões que tentaremos abordar.

Podem ler o PDF aqui…

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

Fonte: Academia.edu

Tradução para português: Rogério Macedo