Diagnóstico de Cancro de Mama – Disrupção biográfica, experiências emocionais e gestão estratégica de mulheres tailandesas com cancro de mama – um estudo


Neste artigo, baseamos-nos na teoria de ruptura biográfica de Bury para discutir os significados e as experiências emocionais relacionadas ao diagnóstico de cancro de mama entre as mulheres do sul da Tailândia.

Métodos qualitativos, incluindo entrevistas em profundidade e métodos de desenho, foram usados ​​para colectar dados de 20 mulheres com cancro de mama. As mulheres perceberam o cancro de mama como um rhok raai; uma doença má ou terrível. Elas acreditavam que o cancro de mama levaria à morte. A interrupção na sua biografia ocorreu quando detectaram anormalidades indicando cancro de mama. As narrativas das mulheres revelaram as suas vidas caóticas com esse diagnóstico e as notícias precipitaram nelas choque, medo, ansiedade e perda de esperança.

Embora tenham experimentado caos e perturbação, as mulheres cultivaram estratégias que as ajudaram a lidar com as suas experiências, aceitando o destino e aderindo às crenças e práticas budistas.

Através das suas narrativas de ruptura biográfica, as mulheres no nosso estudo oferecem aos profissionais de saúde conhecimentos que podem levar a uma apreciação das suas necessidades e preocupações. Esse conhecimento é crucial para os profissionais de saúde que desejam fornecer apoio emocional às mulheres que foram diagnosticadas com cancro de mama na Tailândia e em outros lugares.

Pranee Liamputtong e Dusanee Suwankhong

Podes fazer o download do PDF aqui…

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

Fonte: Willey