Revista #5 Outubro 2021

Cada número desta revista é um desafio e, como tal, um reconhecimento de profunda gratidão.

Em Setembro de 2020 lançamos o primeiro número e, após um ano, continua este caminho simples de partilha de Dharma, tentanto abranger todos, escutar, dialogar e, principalmente, fazer um caminho para despertar através da partilha.

A minha gratidão é enorme pela bondade com que acolhem os meus pedidos. Novamente Paulo Borges, a quem quero homenagear pelo seu longo percurso para Buda e nesta data comemorativa do seu aniversário, não poderia deixar de pedir a Mingyur Rinpoche uns votos de parabéns, que tão rápida e compassivamente respondeu.

Yan Ting Yue, realizadora do fabuloso documentário “O senhor Hu e o Templo”, acedeu também a uma entrevista e assim podemos divulgar uma perspetiva pessoal do seu trabalho.

Não me posso esquecer de Manuel Toei Simões, sempre presente, sempre amigo e prestável a quem entrego um profundo obrigado.

Neste número posso também contar com a Joana Freitas, que redigiu o artigo “Promover a Consciência de uma Responsabilidade Universal”, de SS o Dalai Lama. E ainda a partilha generosa da “Tibetan Nuns Project”, que confiou na tradução para português de uma notícia tão aguardada no nosso universo budista – um lugar de igualdade para mulheres – O grau de Geshema.

Ainda o meu muito obrigado a Cenira Bini Eto, mais uma ponte para o outro lado do oceano, no nosso país irmão, o Brasil, que nos traz a bela e genuína reflexão “Devemos florescer aonde o Universo nos colocou”, cujo texto é mantido na língua materna.

O meu agradecimento a Rulu, por autorizar a traduçõe de várias preces e ao percurso fiz para chegar ao Samadhiraja Sutra, que traz pérolas de sabedoria e reflexão neste número.

Tantos auxiliam a que esta revista seja realizada – os que lêem, os que contribuem com a escrita, os que traduzem e interpretam, assim, fica a dedicação de méritos para todos, assim como para aqueles que neste momento estejam a atravessar uma fase difícil na sua vida.

“Que a generosidade, a compaixão, 

a alegria e a equanimidade permeiem 

todo o Universo;

Que valorizem as bênçãos, criem
vínculos, beneficiem o Céu e a Terra.

Pratiquemos o Chan com pureza, 

sigamos os preceitos, 

aceitemos tudo com serenidade;

Façamos os Grandes Votos 

com humildade e gratidão.”

Revista #5 Outubro 2021

Revista #5 Outubro 2021

13.65 MB 261 Downloads